terça-feira, 25 de novembro de 2008

Única razão para e comemorar o dólar nas alturas


Biquini de 234 reais da Cia. Marítima
Muito se fala da crise econômica e fica difícil a gente entender se temos que torcer para que o dólar suba ou desça, as bolsas internacionais operem em alta ou baixa (santa Bovespa tem que subir, pelamordedeus, e isso a gente já aprendeu) ou em que ponto os demais indicadores devem estar para a gente ser feliz. Mas para quem mora fora ou elo menos vive no exterior, o dólar é o ponto de equilíbrio. Se ele sobe demais, tudo o que a gente tem no Brasil passa a valer menos. Se ele cai demais, passamos a ser pobres em nosso próprio país, já que ganhamos em dólar. Ou seja, parecemos uma barata tonta diante de tanta especulação.

Estive em São Paulo nos últimos dias, mas nem aos amigos mais próximos avisei, tamanha foi minha correria. Fiquei apenas quatro dias, tempo quase inteiramente dedicado a fica na casa dos meus pais, em Embu. O quase está devidamente posicionado aí, pois minha única exceção foi um passeio no Iguatemi. Entusiasmada com o dólar nas alturas o que tornaria tudo mais barato para mim, fui disposta a comprar as coisas que não compro por aqui: biquinis, vestidinhos e sapatos. Não fui tão bem sucedida na minha empreitada. O que eu gostei foi caro e continuaria sendo caro com o câmbio a meu favor. Vestidiho de malha da Forum? 590 reais. Sapato de salto azul petróleo da Capodarte? 279 reais. Biquini da Cia. Marítima? 234 reais. A ponta de estoque da Lenny, atrás do Varanda na Cidade Jardim ficou até mais colorida e sedutora diante de tais preços. Um biquini de oncinha por 175 reais foi minha grande ousadia. Ah, também não resisti ao sapato. E por isso passarei o feriado de Ação de Graças por aqui, a prinipal oportunidade de compras do ano, de sacola vazia. Mas que ele é lindo, isso é.

4 comentários:

Eliana disse...

Amiiiiga, estava com saudades dos seus posts! Bjs, Eli

Sonia disse...

Ju, minhas amigas estão me ajudando a fazer comentários. Depois eu comento... Bjs. Sonia.

Juliana disse...

Eu estava sumida, né? Pois agora prometo ser mais frequente. Sonia, seja bem-vinda! Um beijo, Ju

MNE disse...

234 reais??? Nossa, costumava ser a marca dos biquinis mais baratos! Espero que tenham melhorado a qualidade, pois a lycra era bem fuleira...


Oi Sonia :)